L O A D I N G

São Tomé, o apóstolo da incredulidade

Hoje a Igreja celebra São Tomé, também conhecido como o apóstolo da incredulidade. Tomé não estava presente quando Jesus apareceu aos discípulos e duvidou que os companheiros tivessem realmente visto o Mestre: “Se não vir nas suas mãos o sinal dos pregos, e não puser o meu dedo no lugar dos pregos, e não introduzir a minha mão no seu lado, não acreditarei” (Jo 20, 25).

Tomé sofreu profundamente porque não pôde estar com Jesus. Sofreu porque não estava no lugar certo na hora exata. Sua pequenez humana não foi capaz de acreditar naquilo que seus olhos não viram. 

Oito dias depois, Jesus voltou a aparecer aos discípulos. Diante da descrença de Tomé, disse-lhe: “Introduz aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos. Põe a tua mão no meu lado. Não sejas incrédulo, mas homem de fé” (Jo 20, 27). 

Perante prova tão inconteste, o discípulo proclamou a fé pascal que nos anima como Igreja até hoje: “Meu Senhor e meu Deus”. Um reconhecimento amoroso que substituiu toda a angústia que seu coração carregava desde a morte de Cristo. 

Oração 

Ó Senhor, peço-Vos perdão por todas as vezes em que fui incrédulo e não permiti que Vossa mão poderosa conduzisse minha vida. Agora meu Jesus, pelo exemplo de São Tomé, coloco-me aos Vossos pés e clamo com todo o meu amor e devoção: “Meu Senhor e meu Deus!”

São Tomé, rogai por mim, agora e sempre.  Amém.

0 Comments