L O A D I N G

Pedro, Paulo e Francisco. Hoje celebramos o dia do Papa

São Pedro e São Paulo são, apesar de suas diferentes trajetórias, considerados “os cabeças dos apóstolos”. Dois dos principais líderes da Igreja primitiva e ardorosos missionários, deram suas vidas pela evangelização e fé católica. Hoje, relembramos o seu martírio e a importância que tiveram na continuidade do testemunho de Cristo.

Pedro, o pescador que fraquejou e chegou a negar Jesus três vezes, foi aquele escolhido por Cristo para cuidar de Sua Igreja: “eu te digo: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as forças do Inferno não poderão vencê-la. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus” (Mt 16,17-19).

A condenação de Jesus fez esmorecer o apóstolo, que negou o Mestre temendo o pior também para si. Mas Cristo não desistiu do querido apóstolo e o fez testemunha da Ressurreição. A graça divina do Espírito Santo em Pentecostes acabou por transformá-lo em um incansável pregador, consagrando toda a vida à missão de espalhar a palavra de Deus. A Pedro são atribuídos o primeiro milagre ocorrido depois da Ressurreição e a primeira conversão de um pagão. Como cristão foi perseguido e martirizado. Também morreu crucificado, mas de cabeça para baixo, pois não se achava digno de morrer da mesma forma como Jesus.

Já Paulo, que, antes da conversão, chamava-se Saulo, era fariseu, implacável na perseguição aos católicos. Aprisionava-os e foi o responsável pela morte de muitos deles. Foi a caminho de Damasco que ele se converteu, após a aparição em que o próprio Jesus Ressuscitado o chamou a ser apóstolo. A visita do Senhor foi tão impactante que, de perseguidor, passou a ser um apaixonado missionário. Abandonou suas posses e toda a sua segurança para abraçar a difícil missão de pregar em nome do Mestre. Foi a diversos lugares e fundou muitas comunidades católicas. Em função de sua dedicação à fé em Cristo, foi perseguido e preso. Mesmo encarcerado, seguiu evangelizando. Morreu como mártir, após ser condenado à decapitação.

No dia em que celebramos esses dois santos tão importantes para a história da Igreja, festejamos também o Dia do Papa, sucessor de Pedro de quem se espera o zelo missionário de Paulo. Pastor de toda a Igreja, é o servo primeiro de Deus, exemplo e guia para todos os fiéis.

A figura do pontífice é muito especial para todos os católicos e, também para nós da Associação Tarde com Maria, pois é um dos pilares do nosso carisma a oração que fazemos por ele. Rezamos diariamente para que ele tenha cada vez mais força para levar adiante a Igreja e como demonstração de fidelidade e amor ao sucessor de Pedro.

Que Deus siga iluminando o Papa Francisco na condução do Seu rebanho, lhe conferindo a fortaleza e a sabedoria necessárias para manter segura e coesa a Sua Igreja!

0 Comments