L O A D I N G

10 gestos simples de caridade no dia a dia

A caridade é uma das três virtudes teologais, junto com a esperança e a fé. Ela está baseada em dois preceitos: amar a Deus e amar ao próximo da mesma forma como Ele nos ama. Assim, todo ato de bondade, compaixão, respeito e justiça decorrem da caridade. 

Ela é muito diferente do assistencialismo, que se concentra apenas nas necessidades materiais de alguém, sem verdadeiramente refletir um interesse pela pessoa que está sendo ajudada. Já a caridade é sobre olhar para o outro com atenção, percebê-lo como irmão. Com essa virtude, o desejo de ajudar o próximo decorre do amor que se tem por ele.

Hoje, trazemos dez gestos simples de caridade que você pode incorporar ao seu dia a dia!

Sorrir

Um sorriso pode mudar o dia de alguém, pois transmite alegria e esperança aos outros. Então, procure sorrir tanto para aqueles que você conhece ou com quem convive, mas também para estranhos. 

Cumprimentar as pessoas 

De casa até o trabalho certamente há pessoas que você vê com frequência: o porteiro, vizinhos, o motorista do ônibus, algum passageiro habitual que costuma estar no transporte no mesmo horário que você, alguém que sai para passear com o cachorro quando você passa pela manhã, a recepcionista da empresa onde você trabalha, um ambulante que faz ponto perto de onde você costuma almoçar. São rostos conhecidos, mas de quem você nem sempre sabe o nome. Ao passar por elas, cumprimente-as com um bom dia ou mesmo um aceno com a cabeça. Todos gostam de saber que são reconhecidos e que não são apenas “mais um na multidão”.

Agradecer

Agradeça sempre pelas situações e pelas coisas. Receba tudo como um presente, mesmo se estiver pagando por elas. A gratidão faz bem a quem dá e a quem recebe.

Compartilhar as tarefas em casa

Lembre-se que, se cada membro da família cuidar de um tarefa, ninguém fica sobrecarregado. Esta é uma forma concreta de demonstrar que você ama e que se preocupa com as pessoas que dividem o lar com você. 

Estar disposto a ajudar

Ajude sempre que puder, seja em casa, no emprego ou mesmo com estranhos. Ajude os filhos com as dúvidas da escola, um colega do trabalho que está com dificuldades em algum projeto, um amigo que está triste, uma idosa que está carregando uma sacola pesada ou um morador de rua que passa fome. 

Motivar e encorajar os outros

Palavras de ânimo e elogios podem auxiliar os outros a superar as duas dificuldades. Tenha sempre uma palavra de incentivo para aqueles que estão à sua volta.

Fazer críticas construtivas

Também demonstramos nosso amor quando apontamos as falhas de outras pessoas, não com o objetivo de colocá-las para baixo, mas para ajudá-las a melhorar e a crescer. Busque sempre fazer críticas com ternura e suavidade, para não magoar o outro.

Comemorar as conquistas das pessoas

Demonstre seu entusiasmo pelas conquistas das pessoas à sua volta. Celebrar e enaltecer as vitórias dos outros é uma expressão de humildade e amor.

Ouvir sem julgar

É preciso estar disponível para escutar verdadeiramente o outro, concentrando-se e interessando-se pelo que a outra pessoa tem a dizer, sem qualquer preconceito. A escuta atenta e livre é uma janela aberta à alma do próximo. 

Dizer sempre “eu te amo”!

Talvez a pessoa saiba, mas é sempre importante lembrá-la de que você a ama. Expresse seu amor com palavras, mas também com gestos. 

0 Comments