L O A D I N G

São Bartolomeu: o apóstolo desconhecido

Hoje, a Igreja celebra São Bartolomeu, um dos doze apóstolos de Jesus e também o menos conhecido. Filho de um agricultor chamado Tolmai, ele nasceu em Caná da Galileia – a aldeia onde foi realizado o casamento no qual Jesus transformou água em vinho. Na Bíblia, ele é identificado como Natanael e era um grande amigo do também apóstolo Filipe. 

Antes de conhecer Jesus, Bartolomeu era cético em relação à religião e frequentemente questionava as coisas de Deus. Ao ouvir de Filipe que Jesus seria o Messias, ele foi duro e preconceituoso, dizendo: “De Nazaré pode vir alguma coisa boa?” (Jo 1, 46a). Ao ver Natanael, Jesus exclamou: “Aqui está um verdadeiro Israelita, em quem não há fingimento” (Jo 1, 47). Curioso, Natanael perguntou-lhe: “Donde me conheces?”, ao que o Mestre respondeu: “Antes que Filipe te chamasse, eu te vi quando estavas debaixo da figueira” (Jo 1,48). A resposta mostra a Natanael que Jesus não apenas o conhece de passagem, mas o conhece por inteiro, o compreende e o aceita. Sua reação, então, é de entrega e fé:  “Mestre, tu és o Filho de Deus, tu és o rei de Israel” (Jo 1,49).

Depois de seu primeiro encontro com Jesus, que culminou com a sua conversão, Bartolomeu tornou-se um dos apóstolos mais ativos e acompanhou boa parte da missão de Cristo em sua vida terrena. Ele presenciou as pregações e muitos milagres, esteve presente na Paixão e morte de Jesus, viu-O ressuscitado nas margens do lago Tiberíades, testemunhou Sua ascensão e estava no Cenáculo no dia de Pentecostes, quando o Espírito Santo baixou sobre os apóstolos. 

Pregador fervoroso, Bartolomeu não media esforços para conquistar novos cristãos. A tradição nos conta que ele teria evangelizado na Índia e na Armênia. Nessa região, foi duramente perseguido e, por ordem do governador local, que reprimia o cristianismo, foi esfolado vivo. Como não morreu, foi decapitado no ano de 51.

São Bartolomeu, rogai por nós!

0 Comments