L O A D I N G

O que fazer quando há rancor ou mágoa no casamento?

O matrimônio é um sacramento baseado no amor. Mas, mesmo repleto de afeto, ele tem lá suas dificuldades. Quem é casado sabe que nem sempre tudo é um mar de rosas. A convivência entre duas pessoas tem altos e baixos e, em alguns momentos, precisamos ter sabedoria para lidar com o rancor, a mágoa e a raiva.

Que marido ou esposa nunca se sentiu afrontado com uma crítica feita pelo parceiro em público? Ou por não ser consultado antes de uma decisão que afetaria toda a família? Quem nunca ficou ensandecido por divergirem sobre a criação dos filhos? E até por coisas menores, como a toalha molhada sobre a cama, a roupa suja no chão do banheiro, o fato de o outro ter esquecido de varrer a casa como tinha sido combinado ou por não largar o telefone o dia inteiro?

E como fazer para não deixar o rancor tomar conta da relação?

Em primeiro lugar, recomendo buscar forças na oração. Pedir a Deus a capacidade de discernimento e ao Espírito Santo a luz para conduzir com tranquilidade as situações difíceis do dia a dia.

Em segundo lugar, é preciso conversar, conversar e conversar. Não adianta guardar para si as mágoas e o ressentimento. Com serenidade, você deve pontuar ao cônjuge as coisas que ele faz e que lhe desagradam. Demonstre como você se sente diante dessas situações e sugira soluções que possam atender a ambos.

Além disso, procure também ver o que você faz e que pode irritar ou chatear o outro. Tente identificar quais dos seus comportamentos podem gerar animosidade no casamento. Mostre-se disponível para a conciliação.

Para alguns casais, a conversa pode ser difícil. Verbalizar sentimentos é um desafio para muitas pessoas. Nesses casos, vale fazer um exercício. Que tal, em uma folha de papel, vocês fazerem uma lista do que cada um gosta e do que não gosta no parceiro? Depois troquem os papéis e reflitam um pouco sobre os apontamentos um do outro e o que pode ser feito para valorizar as qualidades e moderar os problemas. Vocês vão se surpreender com o resultado!

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *