L O A D I N G

Dia Nacional do Voluntariado: uma lição de amor

Não sei se você já se engajou em algum tipo de trabalho voluntário, mas caso nunca tenha experimentado, recomendo fortemente que faça. Assistência a doentes, contação de histórias, ajuda em asilos ou orfanatos, aulas gratuitas para pessoas em situação de vulnerabilidade, distribuição de alimentos… Há inúmeras formas de se ajudar um irmão e, em todas elas, a única coisa que conta é sua compaixão. 

Posso dizer que as ações voluntárias que fiz ao longo da minha trajetória, em especial as que desenvolvo hoje aqui na Tarde com Maria, ajudaram a mudar a forma como enxergo o mundo, a vida e as pessoas. Como o Papa Francisco disse certa vez: “sejam sempre generosos com Deus e com os demais. Não se perde nada; ao contrário, é grande a riqueza da vida que se recebe!”. 

A partir da empatia, da possibilidade de nos colocarmos no lugar do outro e viver suas dores, o voluntariado nos dá outra perspectiva das coisas. Revemos as nossas prioridades, reavaliamos nossos medos, redescobrimos nossos sonhos. Ao mesmo tempo em que crescemos em resiliência e esperança, também aprendemos a nos entregar nas mãos de Deus, pois sabemos que Ele nos ajudará mesmo naqueles momentos em que não nos sentimos plenamente preparados para alguma tarefa ou missão.

Hoje, Dia Nacional do Voluntariado, eu queria agradecer a todos os voluntários que nos ajudam na Tarde com Maria, seja no funcionamento do santuário de Nossa Senhora de Fátima e nos trabalhos de evangelização ou seja nas obras de assistência social, que através do fornecimento de pães e refeições mitiga a fome de milhares de pessoas todos os dias. Juntos somos mais fortes!

0 Comments