L O A D I N G

Como combater a inveja?

Foi por causa da inveja que o demônio tentou Adão e Eva e também foi motivado por ela que Caim matou seu irmão Abel. Desde sempre, este pecado capital provoca a humanidade e foi um dos motores da morte de Cristo: “Pilatos dirigiu-se ao povo reunido: ‘Qual quereis que eu vos solte: Barrabás ou Jesus, que se chama Cristo?’. (Ele sabia que tinham entregue Jesus por inveja.)” (Mt 27, 17-18).  

A inveja, um dos sete pecados capitais, é decorrente da tendência que costumamos ter de nos compararmos aos outros: “ele tem e eu não tenho”, “ela consegue fazer e eu não”. Ela é a conselheira daquele que não aguenta ver o sucesso do outro ou perceber que alguém pode fazer algo melhor do que ele próprio e dá origem a maledicências, calúnias, rivalidade, fofocas, entre tantos outros males.

É claro que, como bons cristãos, devemos lutar contra a inveja. Mas como combatê-la, se às vezes ela pode ser tão sorrateira?

Combater a inveja

Para cada veneno, existe um antídoto. Da mesma forma, para cada pecado capital existe uma virtude capital inversa, que funciona como um remédio para aquele mal. Assim, a melhor forma de combater a inveja é através da benevolência.

Precisamos compreender que a felicidade do outro é mais um motivo para nos sentirmos felizes – e não uma causa da nossa insatisfação. Como bem nos ensinou Jesus: “”Como eu vos tenho amado, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros.” (Jo 13, 34).

Então, quando brotar a primeira sementinha de inveja, é hora de contra-atacar! Faça um esforço para substituir esse sentimento amargo por um desejo intencional pelo bem da outra pessoa. Pense em coisas positivas sobre ela, liste suas qualidades, fale bem dela. 

Precisamos nutrir bons sentimentos pelos irmãos, desejar o bem dos demais, buscar fazer o bem aos outros. Em vez de nos entristecermos com a vitória do próximo, devemos admirar suas conquistas e agradecer a Deus por elas! Inspire-se no sucesso do outro para também fazer cada vez mais e melhor!

0 Comments