L O A D I N G

A origem e a força da devoção do Papa Francisco por Nossa Senhora

Desde os primórdios da Igreja, é notória a devoção de muitos papas a Maria, mãe de Jesus. No caso do papa Francisco, esse carinho remonta à sua infância e se fortaleceu ao longo de sua vida. Sua relação afetiva com a Virgem Santíssima teve origem em sua família, de origem italiana, que vivia concretamente a fé. Sua devoção foi inspirada especialmente em sua avó Rosa, a quem frequentemente o pontífice se refere como a pessoa que mais marcou seu caminho de fé.

Segundo o papa, ele e os irmãos foram ensinados em casa a rezar a Ave Maria e a realizar pequenos atos de devoção. Também em família aprendeu a rezar o terço, o que até hoje faz diariamente. Aos 11 anos, ganhou de presente uma pequena imagem de Nossa Senhora das Mercês, que levou consigo vida afora.

No Colégio Salesiano dos Santos Anjos, onde estudou quando criança, aprendeu com o padre Enrique Pozzoli a devoção a Maria Auxiliadora. Já como bispo de Buenos Aires, costumava visitar a basílica dedicada a Ela, no bairro de Almagro. Sobre isso, costuma contar brincando: “quando os padres do santuário me viam chegando, diziam: ‘Aí vem o bispo. Deve andar com um problemão daqueles!’”.

O papa Francisco também é declaradamente devoto de Nossa Senhora Desatadora dos Nós. Certa vez, quando era bispo de Buenos Aires, recebeu um cartão de Natal com a imagem desta invocação. Gostou tanto dela que pediu santinhos impressos e começou a distribuí-los. A cada carta que escrevia, enviava junto uma imagem da Virgem.

Francisco acabou sendo o responsável por difundir a devoção à Nossa Senhora Desatadora dos Nós na Argentina, seu país natal, onde hoje ela é muito popular. 

No dia seguinte à sua eleição como papa, em seu primeiro ato como líder da Igreja, visitou a Basílica de Santa Maria Maior, primeira igreja cristã dedicada a Maria no ocidente. Antes da pandemia de Covid-19, o pontífice acorria a esse templo com frequência, especialmente antes ou depois de viagens apostólicas.

Entre suas orações marianas preferidas está “À vossa proteção recorremos”, oração mariana mais antiga da Igreja e que reproduzimos abaixo:

À Vossa Proteção recorremos, Santa Mãe de Deus.
Não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades,
mas livrai-nos sempre de todos os perigos,
ó Virgem gloriosa e bendita.

0 Comments