Quem foi São Silvestre?

Todo fim de ano vemos a famosa maratona que ocorre em São Paulo, chamada corrida de São Silvestre. Mas você sabe quem ele foi?

Silvestre foi um papa que exerceu um dos mais longos pontificados da história da Igreja Católica. Ele nasceu em Roma por volta do ano de 285, em uma família fervorosamente cristã. Ficou a cargo do sacerdote Cirino o seu preparo intelectual e moral, o que lhe deu uma base religiosa bastante firme.

Foi ordenado sacerdote na época do império de Diocleciano, quando a perseguição aos cristão se dava de maneira bárbara e inclemente. No ano de 314, quando tinha apenas 29 anos, Silvestre foi escolhido de maneira unânime para ocupar a cadeira de Pedro, sucedendo o Papa Melquíades.

Durante o seu pontificado, o cenário político e social se modificava. O então imperador Constantino I havia se convertido ao cristianismo e ao papa Silvestre coube a tarefa de levar a religião católica a diversos povos.

Sua missão foi confrontada com o surgimento de suas fortes heresias. Na região da África, tomou força a corrente dos Donatistas, que diziam que a Igreja deveria ser composta apenas de homens justos, sem tolerar ou admitir pecadores em seu meio. Para este grupo, os sacramentos ministrados por sacerdotes ou bispos em estado de pecado eram inválidos. Já na região da Antioquia, uma outra heresia, conhecida como Arianismo, apregoava que Jesus Cristo, sendo homem, não era consubstancial a Deus e, portanto, não teria atribuições divinas.

O Papa Silvestre agiu energicamente contra ambas heresias. Condenou a dos Donatistas no Concílio de Arles. Já o Arianismo foi condenado no Concílio de Nicéia, presidido por dois sacerdotes da inteira confiança do pontífice, já que ele, extremamente doente, não pôde estar presente. No Concílio foi proclamado o dogma “o Filho é consubstancial ao Pai; é Deus de Deus; Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; gerado, não criado, da mesma substância do Pai”.

Após 21 anos de pontificado, Silvestre morreu aos 50 anos de idade. Foi o primeiro papa canonizado sem ter sofrido martírio.

São Silvestre, rogai por nós!