Trabalho e oração

Você está infeliz com o seu trabalho? Não faz algo que sinta ser importante ou produtivo? Não gosta da sua função ou das pessoas que trabalham com você? Você definitivamente não é a única pessoa a se sentir assim. Mesmo aqueles que amam sua profissão podem experimentar momentos como esse. E talvez você não perceba que todo o desconforto ou sofrimento pode ser convertido em oração e graça.

Tudo o que fazemos, todo nosso trabalho deve ser feito para a glória de Deus e por isso, deve ser feito com amor. Desde limpar a casa ou lavar a louça até comandar uma grande empresa multinacional, todas as nossas ações devem ser feitas como uma forma de oração. Podemos e devemos dedicar cada um dos nossos esforços ao Senhor.

Também Jesus deve ter experimentado o tédio, o cansaço e o aborrecimento no trabalho. Encarnado como homem, fez-se carpinteiro como o pai, José. Trabalhou arduamente e podemos supor que nem tudo foram flores. Se até Jesus passou por isso, porque nós não passaríamos?

Lembrar que estamos honrando a Deus quando nos esforçamos em uma tarefa difícil ou em um trabalho chato e repetitivo, quando temos um grande e amedrontador projeto ou simplesmente quando temos que obedecer a ordem de um chefe intransigente e injusto torna o peso mais leve. O Pai nos sustenta e nos guia em todos os momentos e a ele podemos dedicar nosso labor.

Então, da próxima vez em que você se sentir frustrado ou enraivecido com o trabalho, respire fundo e faça uma oração. Entregue a Deus aquela tarefa, aquele momento. Peça Sua ajuda e dedique a ele o seu esforço. Todo fardo é mais suave quando o dividimos com o Pai.