Berthaldo Soares: fé e amor por Nossa Senhora

Há 53 anos, nascia um menino que foi batizado como Berthaldo. Seus pais ainda não sabiam, mas a história dele seria tocada pelas mãos da Virgem Maria. Um milagre operado pela fé através da oração do terço deu início a um trabalho que o levou, já adulto, a fundar a Associação Tarde com Maria e dedicar sua vida à divulgação da mensagem de Nossa Senhora de Fátima.

Quando ainda era adolescente, Berthaldo foi acometido por uma grave doença. Passou por diversos médicos, das mais diferentes especialidades, sem, conseguir um diagnóstico específico. Foram dois anos de sofrimento e apreensão. O alívio não veio dos médicos, mas da oração do terço feita por sua mãe.

Em agradecimento à recuperação, o jovem Berthaldo reuniu um grupo de pessoas em uma na praça em frente à Paróquia Nossa Senhora de Copacabana, na Zona Sul do Rio, para rezarem o terço. Ele ainda não sabia, mas aquela tarde de 1987 seria o primeiro passo para uma grande obra de evangelização.

O encontro se repetiu nos anos seguintes, cada vez reunindo um número maior de pessoas venerando e agradecendo a Nossa Senhora. A Tarde com Maria chegou a ser realizada até na Praia de Copacabana e deu origem a procissões que chegaram a percorrer, a cada edição, 250 km, número recorde para procissões urbanas no mundo.

Em 1994, o evento passou a ser celebrado na Catedral Metropolitana de São Sebastião do Rio de Janeiro e virou um evento oficial da Arquidiocese do Rio de Janeiro. A Tarde com Maria tornou-se, então, uma associação arquidiocesana de direito público e canônico sem fins lucrativos.

Quando o evento completou 20 anos, em 2006, Berthaldo e sua esposa, Kenya foram em peregrinação ao santuário de Nossa Senhora de Fátima, em Portugal. Lá ele teve a inspiração de construir, no Rio de Janeiro, uma réplica da Capela das Aparições.

Nos cinco anos seguintes, Berthaldo travou uma verdadeira batalha para dar vida a este sonho. Ele buscou autorização das autoridades eclesiásticas do Brasil e de Portugal, do santuário português e até do arquiteto responsável pelo alpendre que protege o pequeno templo, José Carlos Loureiro. Conseguiu o consentimento e as plantas e foi em busca de um local onde erguer a capelinha. O terreno no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio, foi cedido pela Prefeitura. O dinheiro foi conseguido junto a empresários e fiéis de Nossa Senhora. No dia 28 de maio de 2011, era inaugurada a Capela das Aparições do Brasil.

Como presidente da Associação Tarde com Maria, Berthaldo cuida do santuário, promove procissões, conduz visitas das imagens peregrinas de Nossa Senhora, ministra cursos marianos, realiza ofícios e orações do terço.

Agora, durante a pandemia de Covid-19, também desenvolve um belo trabalho de assistência a populações carentes e pessoas em situação de rua junto com o Santuário Cristo Redentor. Diariamente, são produzidos, na cozinha do Santuário de Nossa Senhora de Fátima, 7,5 mil pães, doados a pessoas em situação de risco social. Em breve, também serão fornecidas cerca de 500 quentinhas por dia. É o exemplo de Cristo e o amor da Virgem Maria em prática.