Domingo do Bom Pastor

O domingo de hoje é chamado por toda a Igreja de Domingo do Bom Pastor. Uma lembrança de que Cristo nos guia sempre. O próprio Jesus se definiu assim, mostrando ser aquele que dedica Sua vida – e Sua morte – ao Seu rebanho:

“Jesus tornou a dizer-lhes: “Em verdade, em verdade vos digo: eu sou a porta das ovelhas. Todos quantos vieram [antes de mim] foram ladrões e salteadores, mas as ovelhas não os ouviram. Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim será salvo; tanto entrará como sairá e encontrará pastagem. O ladrão não vem senão para furtar, matar e destruir. Eu vim para que as ovelhas tenham vida e para que a tenham em abundância. Eu sou o bom-pastor. O bom-pastor expõe a sua vida pelas ovelhas. O mercenário, porém, que não é pastor, a quem não pertencem as ovelhas, quando vê que o lobo vem vindo, abandona as ovelhas e foge; o lobo rouba e dispersa as ovelhas. O mercenário, porém, foge, porque é mercenário e não se importa com as ovelhas. Eu sou o bom-pastor. Conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas conhecem a mim, como meu Pai me conhece e eu conheço o Pai. Dou a minha vida pelas minhas ovelhas. ” (Jo 10, 7-15)

Somos como as ovelhas, que, perdidas e assustadas, não sabem o que fazem sem a presença do seu pastor. Todos os dias, é ele que leva o rebanho a pastar, pois as ovelhas não sabem fazer isso sozinhas. Não identificam o melhor alimento a comer, não sabem a diferença entre o bom capim e o mato venenoso. Não recordam o caminho. Seu faro fraco e reticente não identifica os perigos.

O pastor não descansa. Está sempre vigilante, cuidando para que suas ovelhas não se desviem, não se acidentem, não adoeçam. Ele lhes dá segurança e as protege dos ladrões e dos outros animais. Junto a ele, ficam tranquilas, pois sentem que estão bem cuidadas.

O mesmo Jesus faz por nós. Ele está sempre conosco, nos acolhendo e amparando, atento para que não nos desviemos do Bom Caminho. Cristo é o nosso Bom Pastor, que nos dá a segurança necessária para enfrentarmos os perigos da vida, as batalhas e os sofrimentos. É aquele que nos dá as bençãos cotidianas.

Deixe que Jesus cuide de você! Entregue-se a Ele, ao Seu Amor infinito, à Sua bondade. Como Pastor divino, ele poderá guiar voc