Viva Nossa Senhora de Guadalupe

Hoje, dia 12 de dezembro, celebramos Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira do México e da América Latina, cuja veneração remonta a 1531. Neste ano, a Virgem Santíssima apareceu a um indígena chamado Juan Diego, que havia saído de sua vila e caminhava em direção à Cidade do México para acompanhar a Santa Missa.

O jovem estava na colina de Tepeyac quando Ela se apresentou como “a perfeita sempre Virgem Santa Maria”. Nossa Senhora disse a Juan Diego que fosse até o bispo e, em Seu nome, lhe pedisse a construção de uma igreja naquele local. Ressabiado, o bispo Juan de Zumárraga pediu um sinal da Mãe de Deus, que veio duplamente na terceira aparição.

Maria disse ao indígena, que sofria com um tio doente: “Escute, meu filho, não há nada que temer, não fique preocupado nem assustado; não tema esta doença, nem outro qualquer dissabor ou aflição. Não estou eu aqui, a seu lado? Eu sou a sua Mãe dadivosa. Acaso não o escolhi para mim e o tomei aos meus cuidados? Que deseja mais do que isto? Não permita que nada o aflija e o perturbe. Quanto à doença do seu tio, ela não é mortal. Eu lhe peço, acredite agora mesmo, porque ele já está curado”.

Em seguida, completou: “filho querido, essas rosas são o sinal que você vai levar ao Bispo. Diga-lhe em meu nome que, nessas rosas, ele verá minha vontade e a cumprirá. Você é meu embaixador e merece a minha confiança. Quando chegar diante dele, desdobre a sua tilma [espécie de manto, feito com tecido produzido a partir da fibra dos cactos] e mostre-lhe o que carrega, porém, só em sua presença. Diga-lhe tudo o que viu e ouviu, nada omita…”.

Quando Juan Diego apresentou-se ao bispo novamente e diante dele abriu a tilma, qual não foi a surpresa do religioso ao ver não somente as rosas, mas a imagem de Nossa Senhora de Guadalupe impressa no manto. A primeira prova estava dada.

A confirmação deu-se quando o indígena visitou o seu tio, que relatou também ter recebido uma visita da Virgem. Com a saúde restabelecida, ele disse que também ouviu de Nossa Senhora o pedido para que fosse construído um templo na colina de Tepeyac e que sua imagem seria chamada de Santa Maria de Guadalupe.

Frente aos relatos, rapidamente muitas pessoas se converteram e se ofereceram para ajudar na construção da igreja. O tecido onde foi cunhada a imagem da Virgem, que normalmente não dura mais de 20 anos, ainda permanece intacto, mesmo depois de quase 500 anos. Ele jamais foi restaurado e, por mais de 15 anos, foi guardado sem qualquer proteção. Estudos avançados da imagem mostram que a figura de Juan Diego, do bispo e do intérprete que acompanhou o encontro dos dois se refletiu e ficou gravada nos olhos do quadro de Nossa Senhora.

Nossa Senhora de Guadalupe, rogai por nós!

Oração a Nossa Senhora de Guadalupe

Perfeita, sempre Virgem Santa Maria, Mãe do Verdadeiro Deus, por quem se vive.
Tu que na verdade és nossa Mãe Compassiva, te buscamos e te clamamos.
Escuta com piedade nosso pranto, nossas tristezas.
Cura nossas penas, nossas misérias e dores.
Tu que és nossa doce e amorosa Mãe, acolhe-nos no aconchego do teu manto, no carinho de teus braços.
Que nada nos aflija nem perturbe nosso coração.
Mostra-nos e manifesta-nos a teu amado Filho, para que Nele e com Ele encontremos nossa salvação e a salvação do mundo.
Santíssima Virgem Maria de Guadalupe, faz-nos mensageiros teus, mensageiros da Palavra e da vontade de Deus.
Amém!