Você sabe por que a raça de cães São Bernardo tem esse nome?

Os cães São Bernardo ficaram mundialmente famosos por atuarem no salvamento e resgate de pessoas em áreas de risco. Mas você sabe por que a raça recebeu este nome?

A origem é bem mais antiga do que você imagina e remonta ao século XI, quando São Bernardo de Menthon construiu, na parte mais perigosa dos Alpes suíços, um mosteiro e um hospital. O local abrigava peregrinos e viajantes que se machucavam quando faziam a travessia em direção a Roma.

Os monges, que tinham se estabelecido no local para auxiliar na evangelização, acabaram ajudando a salvar muitas vidas. Mesmo após a morte de São Bernardo, os religiosos continuaram nos Alpes dando suporte e acudindo montanhistas e viajantes. No século XVII, eles passaram a contar com a ajuda de uma raça de cães com força e faro extraordinários. Por muitas e muitas décadas, os animais foram fundamentais nas ações de salvamento promovidas pelos monges nos Alpes e, por isso, a raça foi batizada de São Bernardo.

Um desses cães, inclusive, ficou extremamente famoso. Ele teria vivido no mosteiro entre 1800 e 1812 e salvado a vida de mais de 40 pessoas. Chamado de Barry, esse São Bernardo uma vez encontrou uma criança em uma caverna congelada. O animal permaneceu perto do menino para aquecê-lo e lambeu-o até que ele acordasse. Em seguida, carregou o garoto até o mosteiro, onde foi tratado e devolvido aos pais.