Qual o segredo da boa oração?

Muita gente vem conversar comigo relatando ter dificuldade em se dedicar à oração. A pessoa não consegue encontrar tempo e, quando acha uma brecha na agenda, a mente está tão confusa que a concentração foge, o pensamento voa, os minutos passam e a pessoa não consegue concluir a conversa com Deus ou com Nossa Senhora. A todos que me procuram, conto que, para ser exitoso na prece, o caminho é um só: disciplina.

Eu assumi o compromisso de rezar todos os dias. Como a vida familiar e o trabalho demandam muito tempo e energia, sei que preciso fazer minha prece de manhã cedo. Caso contrário, corro o risco de ser consumido pelas tarefas práticas e não me dedicar à oração.

Diariamente, meu despertador toca às 5h15. Há dias em que levantar cedo é mais difícil, mas mantenho a disciplina e pulo logo da cama, sem direito a soneca. Já sigo para a sala acompanhado da minha bíblia e do meu caderno de orações. Tomo meu café, acordo meu filho adolescente e, sem seguida, sento para fazer minhas preces. Desta forma, consigo rezar por 30 a 40 minutos todos os dias, antes do horário em que minhas filhas mais novas acordam.

Não estou sugerindo que todos virem robôs, cumprindo suas práticas religiosas de forma automática. Muito pelo contrário! A disciplina não nos transforma em máquinas. Ela nos permite sermos melhores em nossas atividades. Quando você sabe que aquele horário é o seu momento de oração, por exemplo, você já vai entrando no clima, relaxando a mente e preparando o coração para o encontro com o Pai.

Ela também permite consolidarmos os bons hábitos. Quando repetimos sempre a mesma atividade, fazê-la deixa de ser um esforço e passa a ser natural. Assim, rezar todos os dias torna-se prazeroso e a alma começa a esperar por esse momento diário. Faça a experiência e depois me conte o resultado!