4 dicas para ser um bom padrinho ou uma boa madrinha

É sempre uma alegria enorme ser convidado para ser padrinho ou madrinha de alguém! Mas a missão não termina na pia batismal. Na verdade, ali ela está apenas começando. É a este casal escolhido que cabe a tarefa de transmitir valores morais e cristãos ao pequeno batizado. Um desafio e tanto, que deve ser levado bem a sério. Para ajudar na tarefa, separamos algumas dicas de como você, padrinho ou madrinha, pode desempenhar da melhor forma o seu papel!

1. Seja presente

Não esteja perto do seu afilhado apenas nas datas festivas. É importante compartilhar o dia a dia, estreitando a intimidade entre vocês e fortalecendo os vínculos afetivos. Brinque com ela, busque-a na escola, façam passeios, rezem juntos e aproveite todos esses momentos para estreitar a relação de amor e de fé entre vocês.

2. “Adote” a família do afilhado

É fundamental que você, enquanto padrinho ou madrinha, seja companheiro dos pais do seu afilhado. Para o resto da vida, vocês vão compartilhar a responsabilidade de guiar a criança na amor de Deus. É preciso que você saiba respeitar a forma como eles criam o pequeno e os limites impostos por eles e mostrar-se sempre pronto a ajudar, inclusive quando isso implica em dar uma bronca ou um puxão de orelha. Se o afilhado tiver irmãos, crie vínculos também com eles, para que ninguém se sinta excluído ou desconfortável. Mesmo não sendo padrinho dos irmãos, o seu exemplo e o seu carinho podem ser importantes para todos!

3. Guie seu afilhado na vida cristã

Essa é a principal tarefa dos padrinhos: transmitir a fé cristã e ajudá-lo a seguir no caminho de Deus. Para isso, você pode ler livros católicos com a criança, usar recursos de contação de história para transmitir mensagens da bíblia e usar aplicativos e jogos de catequese, por exemplo. Leve-o à missa com você e façam juntos orações espontâneas. E lembre-se de ser sempre um modelo vivo da palavra de Deus, vivendo segundo o exemplo de Cristo.

4. Reze pelo seu afilhado

Faça isso todos os dias. Agradeça pela benção de ser padrinho ou madrinha e peça orientação divina para cumprir bem a missão que lhe foi confiada. Coloque a criança sob a proteção do Pai, para que ela siga sempre pelo caminho da luz.