Voluntariado: doação de amor

Segundo o dicionário Aurélio, voluntário é “aquele que procede espontaneamente, sem coação, movido pela vontade própria”. A generosa doação do seu tempo, do seu esforço e do seu talento são as principais características do voluntariado, cujo dia comemoramos hoje.

Atualmente, no Brasil, são cerca de 35 milhões de pessoas que fazem algum tipo de trabalho voluntário, doando seu tempo livre de forma solidária em prol de um mundo melhor. São pessoas que atuam nas mais diversas áreas, como saúde, evangelização, assistência social e sustentabilidade. Gente atenta às necessidades dos demais e que se move pelo desprendido e genuíno interesse de ajudar.

O voluntariado beneficia também aquele que o pratica, já que muda a nossa maneira de olhar o mundo e os outros, fortalecendo a resiliência, a esperança e a coragem. Através do trabalho voluntário, abrimos nosso coração para novas experiências e para aprender coisas diferentes. Além disso, aumenta a nossa fé. Afinal, quando fazemos tarefas para as quais não nos sentimos plenamente preparados, reforçamos a confiança em Deus e em sua providência.

Como dizem as Escrituras, “há mais felicidade em dar do que em receber” (At 20,35). A mesma mensagem nos passa o Papa Francisco, que certa vez disse: “sejam sempre generosos com Deus e com os demais. Não se perde nada; ao contrário, é grande a riqueza da vida que se recebe!”. Doar o nosso tempo é uma linda maneira de demonstrar gratidão a Deus por todas as graças recebidas!

Rezemos por todos os voluntários que ajudam a tornar realidade o Reino do Pai, especialmente por aqueles que nos ajudam na Tarde com Maria a levarmos a mensagem de Fátima a cada vez mais pessoas.