Mês vocacional: Vida Consagrada

Amanhã, terceiro domingo de agosto, é dia de celebrar a vida de religiosos e religiosas e dos consagrados seculares, como parte da programação do mês vocacional. É um convite a contemplar a vida de mulheres e homens que pertencem a várias ordens religiosas, congregações e institutos de vida consagrada e que atuam em comunidades apostólicas, monásticas ou contemplativas e também aqueles que se dedicam a missões profissionais e evangelizadoras através de sua consagração.

Cada forma de vida consagrada tem um carisma próprio, ou seja, vivem um ou mais aspectos do Evangelho de Jesus. Desta maneira, transformam o seguimento a Cristo em testemunho concreto de amor e serviço. Professam os conselhos evangélicos de pobreza, castidade e obediência e seguem um caminho de santidade, missionariedade, solidariedade e caridade. Os consagrados atuam nas atividades pastorais de dioceses e paróquias, em obras assistenciais, hospitais e serviços de saúde, escolas e universidades, entre outros.

Segundo o Concílio Vaticano II, “o estado (de vida consagrada) constituído pelos conselhos evangélicos, embora não pertença à estrutura hierárquica da Igreja, está, contudo, firmemente relacionado com sua vida e santidade” (LG, 44).

A importância desses homens e mulheres integralmente dedicados a Deus foi ressaltada pelo papa São João Paulo II, que afirmou: ”a primeira tarefa da vida consagrada é tornar visíveis as maravilhas que Deus realiza na frágil humanidade das pessoas chamadas. Mas do que com as palavras, elas testemunham essas maravilhas com a linguagem eloquente de uma existência transfigurada, capaz de suscitar a admiração do mundo. A essa admiração dos homens respondem com o anúncio dos prodígios da graça que o Senhor realiza naqueles que ama”.

Rezemos hoje por todos aqueles que fazem da vida consagrada um espelho do amor do Pai em prol da evangelização e do cuidado ao próximo e peçamos que novas vocações sejam continuamente despertadas!