Quatro anos da entronizaçao das imagens de Jacinta e Francisco Marto na Capela das Aparições do Brasil

Há quatro anos, eram entronizadas, na Capela das Aparições do Brasil, as imagens dos então beatos Francisco e Jacinta Marto. A cerimônia foi a culminância do processo que permitiu o culto local aos dois pastorinhos e as celebrações em suas memórias, antes mesmos de serem reconhecidos santos pela Igreja.

Como a Capela erguida no Rio de Janeiro não é somente uma mera réplica da original portuguesa, mas também segue fielmente sua espiritualidade e propósito de servir à difusão da mensagem de Nossa Senhora de Fátima, a equipe do Santuário carioca foi em busca de autorização para celebrar os então beatos Jacinta e Francisco. A consulta à Congregação para as Causas dos Santos, órgão do Vaticano responsável pelos processos de canonização, teve retorno positivo. Embora o culto seja restrito ao local de origem dos beatos, a Capela brasileira obteve a anuência, já que sua dedicação à causa de Fátima é semelhante à portuguesa. Paralelamente, a reitoria do Santuário do Rio recebeu a liturgia da missa própria ao culto dos beatos, em português, com as leituras e orações específicas para esta finalidade.

Dois quadros, com as fotos dos queridos Francisco e Jacinta, foram confeccionados, a fim de que os fiéis brasileiros pudessem rezar e prestar sua devoção a eles. No dia 28 de julho de 2015, em uma emocionante celebração na Capela das Aparições carioca, o núncio apostólico do Brasil, Dom Giovanni d’Aniello, abençoou as imagens, leu o decreto do Vaticano que oficializava o culto aos irmãos pastorinhos e entronizou o quadros, que seguem expostos na Capela do Santíssimo, no Santuário.

Desde então, todo sábado de cada mês, à exceção de festas ou datas que tenham memória própria, celebramos missa em memória dos agora santos Francisco e Jacinta Marto, sempre às 10h30.

São Francisco Marto e Santa Jacinta Marto, rogai por nós!