O poder de Maria sobre o demônio

Na luta contra o inferno, a Virgem Maria tem a força de um batalhão inteiro. Basta sua presença para que o mal recue e os inimigos se prostrem. Dentre todas, nossa Mãe Imaculada é a criatura a quem o demônio mais teme. Mas por que isso acontece?

Deus sentenciou o poder de Maria, a poderosa mulher prometida por Ele desde o início dos tempos e que esmagaria a cabeça da serpente: “Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar” (Gen 3, 15).

Ao longo dos séculos, os papas foram unânimes em reafirmar o poder da Santa Mãe de Deus no combate ao maligno. São João Paulo II disse, certa vez: “O Filho de Maria obteve a vitória definitiva sobre Satanás e fez beneficiária antecipada dela a sua Mãe, preservando-a do pecado. Como consequência, o Filho lhe concedeu o poder de resistir ao demônio, realizando assim no mistério da Imaculada Conceição o mais notável efeito de sua obra redentora”.

Diversos padres exorcistas também atestam a autoridade de Nossa Senhora, ao relatarem o medo e a repulsa que o diabo expressa ao ser invocada a presença da Virgem Santa. Mas o que o faz tremer? A resposta é simples: ela nunca foi tocada pelo pecado! Segue imaculada e pura. Embora seja uma simples e humilde criatura, Maria, com suas virtudes, sua doçura e misericórdia, consegue confundir e desnortear o inimigo!

Por isso, é importante sempre rogarmos por Sua proteção. Devemos nos colocar sob Seu manto de amor, para que o mal não nos atinja. Devemos invocar os nomes de Jesus e Maria, especialmente quando nos sentirmos tentados. E não esqueçamos que uma das maneiras mais eficazes de nos unirmos em vida a Nossa Senhora e a Nosso Senhor, de livrarmos do mal e salvarmos as almas do inferno é a oração do terço, que nos foi pedida pela Virgem na Cova da Iria.