Louvemos a Cristo, que se faz carne através da Eucaristia

Hoje celebramos a solenidade de Corpus Christi, o corpo de Cristo que se materializa e nos é oferecido na Eurcaristia. Um momento de grande alegria e louvor, pois é o único dia do ano em que o Santíssimo Sacramento deixa as igrejas e sai às ruas para abençoar os fiéis. É uma oportunidade única para agradecermos a Deus por nos dar Jesus como alimento e cura para nossas almas.

A palavra ‘Corpus Christi‘ tem origem latina, significa ‘Corpo de Cristo’ e faz referência à hóstia consagrada, através da qual Jesus se faz carne. A festa acontece sempre na primeira quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade.

A Festa de Corpus Christi surgiu no século XIII, na diocese de Liège, na Bélgica, por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon. Ela tinha visões de Jesus que lhe pedia uma festa anual em honra da Eucaristia. Ali nasceu, também, a tradição de produzir tapetes coloridos e com flores para a passagem do Santíssimo Sacramento.

A solenidade oi oficializada pela Igreja em 1264 pelo papa Urbano IV. A festa litúrgica foi expandida para todo o mundo no século XIV, por iniciativa do papa Clemente V. Já o dever de se levar a Eucaristia em procissão pelas vias públicas foi estabelecido em 1317.

A beleza da festa de Corpus Christi tem o objetivo de nos lembrar que a Eucaristia é o centro de toda a vida cristã, sem a qual nossa religiosidade se esvazia, afinal, na hóstia está contido o próprio Cristo, fonte da nossa fé.