Série “Os Mistérios do terço” – Gloriosos

Chegamos ao último capítulo da nossa série sobre os mistérios do terço. Os mistérios gloriosos comemoram o triunfo de Cristo sobre a morte. Com sua Ressurreição, Jesus comprova que era o Messias tão esperado. A contemplação destes mistérios nos chama a reviver a alegria dos primeiros discípulos, quando recebem o Espírito Santo e partem em missão. Os mistérios gloriosos também nos lembram da grandiosidade de Maria, que sobe aos céus e lá é coroada. São meditados sempre às quartas-feiras e aos domingos.

1º Mistério: Ressurreição do Senhor

“No primeiro dia que se seguia ao sábado, Maria Madalena foi ao sepulcro, de manhã cedo, quando ainda estava escuro. Viu a pedra removida do sepulcro. Correu e foi dizer a Simão Pedro e ao outro discípulo a quem Jesus amava: ‘Tiraram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde o puseram!’. Saiu então Pedro com aquele outro discípulo, e foram ao sepulcro. Corriam juntos, mas aquele outro discípulo correu mais depressa do que Pedro e chegou primeiro ao sepulcro. Inclinou-se e viu ali os panos no chão, mas não entrou. Chegou Simão Pedro que o seguia, entrou no sepulcro e viu os panos postos no chão. Viu também o sudário que estivera sobre a cabeça de Jesus. Não estava, porém, com os panos, mas enrolado num lugar à parte. Então, entrou também o discípulo que havia chegado primeiro ao sepulcro. Viu e creu. Em verdade, ainda não haviam entendido a Escritura, segundo a qual Jesus devia ressuscitar dentre os mortos. Os discípulos, então, voltaram para as suas casas. Entretanto, Maria se conservava do lado de fora perto do sepulcro e chorava. Chorando, inclinou-se para olhar dentro do sepulcro. Viu dois anjos vestidos de branco, sentados onde estivera o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés. Eles lhe perguntaram: ‘Mulher, por que choras?’. Ela respondeu: ‘Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram’. Ditas essas palavras, voltou-se para trás e viu Jesus em pé, mas não o reconheceu. Perguntou-lhe Jesus: ‘Mulher, por que choras? Quem procuras?’. Supondo ela que fosse o jardineiro, res­pondeu: ‘Senhor, se tu o tiraste, dize-me onde o puseste e eu o irei buscar’. 16.Disse-lhe Jesus: ‘Maria!’ Voltando-se ela, exclamou em hebraico: ‘Rabôni!’ (que quer dizer Mestre). Disse-lhe Jesus: ‘Não me retenhas, porque ainda não subi a meu Pai, mas vai a meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus’. Maria Madalena correu para anunciar aos discípulos que ela tinha visto o Senhor e contou o que ele lhe tinha falado. (Jo 20,1-18)

No primeiro mistério gloriosos, contemplamos a Ressurreição de Jesus. Entendemos aqui que a morte física não é o fim, mas, ao contrário, o começo de uma nova vida. Jesus venceu a morte para nos salvar dos pecados e nos traz a Boa-Nova!

2º Mistério: A ascensão de Jesus

“‘Eu vos mandarei o Prometido de meu Pai; entretanto, permanecei na cidade, até que sejais revestidos da força do alto’. Depois os levou para Betânia e, levantando as mãos, os abençoou. Enquanto os abençoava, separou-se deles e foi arrebatado ao céu. Depois de o terem adorado, voltaram para Jerusalém com grande júbilo. E permaneciam no templo, louvando e bendizendo a Deus.” (Lc 24, 49-53)

Depois de cumprir Sua missão terrena, morrer na Cruz e ressuscitar, Cristo volta aos céus, para ocupar Seu lugar ao lado do Pai. Une-se, assim, à Santíssima Trindade, a fim de nos sustentar em todos os momentos, passando a ser presença viva para cada um de nós.

3º Mistério: Pentecostes – A vinda do Espírito sobre Maria e os apóstolos

“Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reu­nidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo, que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.” (At 2, 1-4)

Reunidos no Cenáculo, Maria e os apóstolos receberam o Espírito Santo e, com ele, o dom das línguas. Dali saíram para pregar o Evangelho e espalhar a fé em Cristo por toda a terra. O Pentecostes foi o ápice da Páscoa de Cristo. Àquele grupo foi dado o Espírito Santo, para que, fortalecidos, cumprissem a missão que Cristo lhes confiou!

4º Mistério: Maria assunta aos céus

“Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo.” (Lc 1, 48-49).

Ao fim de sua vida na terra, Maria foi elevada de corpo e alma ao Céu. A Virgem, merecedora de todas as graças e que sempre foi templo do Espírito Santo, agora participa da Ressurreição de Seu filho.

5º Mistério: Maria coroada Rainha dos anjos e dos santos

“Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas. Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias de dar à luz. Depois apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão vermelho, com sete cabeças e dez chifres, e nas cabeças sete coroas. Varria com sua cauda uma terça parte das estrelas do céu, e as atirou à terra. Esse Dragão deteve-se diante da Mulher que estava para dar à luz, a fim de que, quando ela desse à luz, lhe devorasse o filho. Ela deu à luz um Filho, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro. Mas seu Filho foi arrebatado para junto de Deus e do seu trono.” (Ap 12, 1-5)

Maria, mulher da qual emana uma luz infinita e divina, é coroada Rainha de todos os anjos e todos os santos. Poderosa intercessora junto a Jesus, tem o poder de vencer o mal. Zela sem cessar por nós, seus filhos, nos cobrindo de ternura.

Lembre-se de que a Tarde com Maria promove a oração do terço ao vivo e on-line todos os dias. As transmissões acontecem sempre ao meio-dia. Basta clicar em https://tardecommaria.com.br/index.php/ao-vivo/.