A melhor ferramenta contra o ódio é o amor

O ódio aparece de diversas formas: nas discussões cotidianas, no preconceito, nas guerras, nas fake news, nas mentiras, nas fofocas, nas intrigas, na vingança, no rancor… Pode surgir isoladamente, vindo de uma só pessoa, pode ser compartilhado por um grande grupo ou até um país inteiro, pode nascer dentro de nós mesmos.

Qualquer que seja a origem ou a forma que assume, o ódio tem sempre um grande potencial destruidor. Pode destruir aquele a quem se dirige, mas também destrói, aos poucos, aquele que o gera. É como uma formiguinha que vai lentamente se transformando num gigante. E como nós, simples mortais, podemos combater tamanho mal? Como vamos dar conta desse gigante?

Uma vez o papa Francisco colocou em seu Twitter uma frase linda e inspiradora: “O caminho do amor ao ódio é fácil. O do ódio ao amor é mais difícil, mas leva a paz”. O próprio Jesus, no Sermão da Montanha, nos ensinou a amar nossos inimigos, fazer bem àqueles que nos odeiam e rezar pelos que nos maltratam e nos perseguem (Mt 5, 44-48).

Veja só que aí está a receita do remédio contra o ódio: amor, bondade e oração! É claro que isto não é nada fácil! É duro amar àquele que nos faz mal, mas o amor é como uma sementinha. Dele brota uma árvore frondosa, que vai gerar outras sementinhas, que darão vida a novas árvores. Quando vemos, já existe ali, em torno do local onde foi depositada a primeira semente, um lindo jardim! O amor mansamente vai se espalhando e conquistando os outros, vai quebrando o gelo dos corações mais frios, vai vencendo o mal através do bem.

E naqueles momentos em que o desafio for grande demais, quando o desânimo ou a frustração baterem à porta da sua alma, reze. Peça a Deus força, coragem, serenidade e perseverança para seguir o caminho do perdão. Não aquela desculpa superficial, mas o perdão genuíno, abnegado e verdadeiro. Peça ao Senhor para fazer o amor transbordar em você, para que ele possa fluir e naturalmente alcançar todos os que estiverem à sua volta. Afinal, tudo podemos naquele que nos fortalece.