Você conhece o intercessor dos desempregados?

Saiba mais sobre a história do homem que ensinou o valor do trabalho a Jesus, foi esposo da Virgem Maria e que nos ensinou o exemplo de ser família ante as adversidades.

Em 01 de maio, data em que mundialmente se comemora o Dia do Trabalhador, a Igreja celebra a festa de São José Operário, padroeiro dos trabalhadores. A celebração foi instituída em 1955 pelo papa Pio XII. O santo, também protetor das famílias, foi escolhido por ser um exemplo de como o trabalho honesto e dedicado dignifica e engrandece o homem.

José ocupou-se, durante toda a vida, da carpintaria, ofício simples e braçal que também ensinou ao filho adotivo Jesus – mostrando-nos que todo trabalho, independentemente da função e do grau de especialização, se feito com amor, é santificador. O trabalho ajuda a mudar a sociedade e também a nós mesmos. Deus nos dá o solo e as sementes, mas espera que nós plantemos e colhamos.

“Tudo o que fizerdes, fazei-o de bom coração, como para o Senhor e não para os homens, certos de que recebereis, como recompensa, a herança das mãos do Senhor. Servi a Cristo, Senhor.” (Col 3,23-24).

Por ser o padroeiro dos trabalhadores, é comum recorrermos a São José em caso de desemprego. Se você deseja muito trabalhar e não tem conseguido uma oportunidade, peça a intercessão deste santo, que junto com a Virgem Maria, ajudou a educar Nosso Senhor Jesus Cristo.

Nesta data, rezemos juntos ao protetor dos trabalhadores:

Glorioso São José, modelo de todos os que se dedicam ao trabalho, obtendo-nos do Criador do universo a graça de trabalhar com consciência, cumprindo com fidelidade nosso dever de trabalhar com reconhecimento e alegria, julgando uma honra empregar e desenvolve, pelo trabalho, as qualidades recebidas de Deus como um chamado divino para colaborar na obra da criação e aperfeiçoamento deste mundo. A graça de trabalhar com ordem, paz, moderação, paciência e eficiência, sem nunca recuar perante o cansaço e as dificuldades; de trabalhar em espírito de penitência para expiar nossos pecados; de trabalhar, sobretudo, com desapego e dedicação pelos que dependem de nosso esforço.

Pedimos vossa intercessão pelo mundo do trabalho, a fim de que aí reine o espírito cristão de justiça e paz, conforme os ensinamentos da Igreja; que os trabalhadores se unam em organizações que defendam os seus direitos e respeitem os alheios; que patrões e empregados se tratem mutuamente como irmãos e filhos do mesmo Pai, que se convertam os que ignoram a dignidade da pessoa humana e exploram o operário e o pobre.

Convosco, São José, agradecemos a Deus a saúde, a força, a disposição e as habilidades que nos permitem providenciar o sustento de nossos familiares e ser membros úteis da sociedade. Tudo para Jesus, tudo por Maria, tudo à vossa imitação, ó patriarca São José! Tal será nossa inspiração na vida e na morte.

Amém.