26 de abril de 1500: a primeira missa no Brasil

Foi num domingo da Oitava de Páscoa, há exatos 519 anos, que foi celebrada a primeira missa em solo brasileiro. Cinco dias após a chegada dos portugueses ao nosso litoral, o frei franciscano Henrique de Coimbra, célebre missionário que já havia servido na Índia e na África, presidiu a celebração, acompanhado de todo o grupo de sacerdotes que integrava a recém-chegada frota de Pedro Álvares Cabral.

A Santa Missa foi realizada em Santa Cruz de Cabrália, no Sul da Bahia, num ilhéu então batizado de Coroa Vermelha. A ilhota hoje não existe mais, pois, em função do movimento das marés, acabou unindo-se ao litoral.

Sobre a celebração, escreveu Pero Vaz de Caminha em carta ao rei português Dom Manuel I:
“Ao domingo de Pascoela pela manhã, determinou o Capitão de ir ouvir missa e pregação naquele ilhéu. Mandou a todos os capitães que se aprestassem nos batéis e fossem com ele. E assim foi feito. Mandou naquele ilhéu armar um esperável, e dentro dele um altar mui bem corregido. E ali com todos nós outros fez dizer missa, a qual foi dita pelo padre frei Henrique, em voz entoada, e oficiada com aquela mesma voz pelos outros padres e sacerdotes, que todos eram ali. A qual missa, segundo meu parecer, foi ouvida por todos com muito prazer e devoção.
Ali era com o Capitão a bandeira de Cristo, com que saiu de Belém, a qual esteve sempre levantada, da parte do Evangelho.

Acabada a missa, desvestiu-se o padre e subiu a uma cadeira alta; e nós todos lançados por essa areia. E pregou uma solene e proveitosa pregação da história do Evangelho, ao fim da qual tratou da nossa vinda e do achamento desta terra, conformando-se com o sinal da Cruz, sob cuja obediência viemos, o que foi muito a propósito e fez muita devoção.” Pero Vaz de Caminha em carta ao rei português Dom Manuel I

A Missa foi assistida pelos portugueses e também por muitos nativos, que acompanharam atentos à celebração e reproduziram alguns dos gestuais dos estrangeiros. Naquele momento, ninguém poderia imaginar que o país que ali nascia viria a tornar-se a nação com maior número de católicos do mundo.
A representação mais famosa desta celebração é o quadro “A Primeira Missa no Brasil“, do pintor catarinense Victor Meirelles de Lima, datada 1861.