A Igreja tem cinco mandamentos próprios! Você sabia?

Muita gente conhece os 10 Mandamentos da Lei de Deus, entregues pelo Senhor a Moisés, mas nem todo mundo sabe que a Igreja também tem sua lista de normas e obrigações. Você conhece os cinco Mandamentos da Igreja Católica? Então confira aqui!

A Igreja recebeu de Cristo o poder de estabelecer normas para a salvação. Jesus disse: “Em verdade, tudo o que ligardes sobre a terra, será ligado no céu, e tudo o que desligardes sobre a terra, será também desligado no céu” (Mt 18,18). Desta forma, quando desobedecemos às obrigações estabelecidas pela Igreja, estamos, sim, desobedecendo a Deus.

Fazendo uma analogia com as leis de trânsito, essas normas são como as placas de sinalização em uma rodovia, que indicam os limites de velocidade, os pontos de ultrapassagem, os locais onde é permitido ou não virar à direita e à esquerda, etc. O objetivo da sinalização não é atrapalhar a vida de ninguém. Ao contrário, serve para garantir a segurança de motoristas e passageiros. Da mesma forma, os cinco mandamentos buscam garantir que o católico cumpra o mínimo indispensável para manter em dia a sua vida espiritual, seguindo com segurança pelo caminho correto.

Os cinco Mandamentos, descritos no Catecismo da Igreja Católica, são:

1º. Participar da Missa inteira aos domingos, de outras festas de guarda e abster-se de ocupações de trabalho
Este mandamento determina que participemos da missa semanalmente e também nas seguintes datas: dia do Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo, da Epifania (domingo no Brasil), da Ascensão (domingo) e do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo (Corpus Christi), de Santa Maria, Mãe de Deus (1º de janeiro), de sua Imaculada Conceição (8 de dezembro) e Assunção (domingo), de São José (19 de março), dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo (domingo) e, por fim, de Todos os Santos (domingo). É importante evitar trabalhos ou outros afazeres que impeçam a santificação desses dias.

2º. Confessar-se ao menos uma vez por ano
O objetivo é garantir que, através do Sacramento da Reconciliação, todos os católicos estejam preparados para receber a Eucaristia. É claro que o ideal seria nos confessarmos mais frequentemente, para nos mantermos sempre alertas em relação ao pecado!

3º. Receber o sacramento da Eucaristia ao menos pela Páscoa da Ressurreição
Embora a Igreja recomende a comunhão diária, isto não é obrigatório. Mas, ao menos uma vez por ano, quando celebramos a Ressurreição de Jesus, devemos receber o sacramento da Eucaristia.

4º. Jejuar e abster-se de carne, conforme manda a Santa Mãe Igreja
Na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira da Paixão, devemos praticar o jejum como forma de penitência e sacrifício, ajudando a fortalecer o espírito. Crianças, idosos e pessoas com problemas graves de saúde estão isentos desta obrigação.

5º. Ajudar a Igreja em suas necessidades
O Código de Direito Canônico lembra que todos nós católicos temos que amparar financeiramente a Igreja, claro que respeitando as possibilidades materiais de cada um. A ajuda pode ser oferecida às paróquias ou a outras obras da instituição.