O que faz o Papa Emérito Bento XVI?

Muita gente tem curiosidade de saber o que faz o Papa Emérito Bento XVI desde que ele deixou o pontificado, em 2013. O interesse é compreensível, já que não estamos acostumados à existência de um Papa Emérito – Bento foi o primeiro pontífice a renunciar em seis séculos. Desde que deixou o trono de Pedro, ele faz poucas aparições públicas, boa parte em eventos da Igreja. Mas o que Joseph Ratzinger faz no restante do tempo?

Aos 91 anos, o sacerdote mora atualmente no mosteiro Mater Ecclesiae, um antigo convento que fica localizado dentro do Vaticano. O Papa Emérito dedica boa parte de seu tempo às orações, como assinalou que faria ao renunciar ao papado. Como teólogo, está disponível para consultas do Papa Francisco, que publicamente já elogiou sua humildade e sabedoria. Continua a usar as vestes papais brancas e preferiu não voltar a usar seu nome de batismo.

Quando não está em oração, Bento se concentra na leitura – ele tem uma biblioteca com mais de 20 mil livros – e responde cartas dos fiéis. Periodicamente recebe visitas de familiares e amigos. Vive com um gato e, à tarde, procura fazer caminhadas nos jardins do Vaticano.

O papa Emérito tem bastante dificuldade para caminhar e faz uso de andador e cadeira de rodas. Há especulações de que ele sofreria de uma doença degenerativa que atinge o sistema nervoso central, mas o Vaticano não confirma essa informação.

Joseph Ratzinger nasceu em 16 de abril de 1927 em Marktl, na Alemanha, em uma família simples. Seu pai era membro da polícia rural e sua mãe era cozinheira. Seus avós, agricultores e artesãos. Foi eleito Papa em 19 de abril de 2005 e ficou à frente da Igreja por sete anos. A decisão de renunciar foi tomada um ano antes da Jornada Mundial do Brasil, ao perceber que não teria forças físicas para seguir no comando da Igreja. Na ocasião, ele avaliou que seu estado de saúde não permitiria mais grandes e desgastantes deslocamentos. Ao explicar sua opção pela renúncia, disse: “Depois de ter examinado repetidamente a minha consciência perante Deus, cheguei à conclusão de que as minhas forças, devido a uma idade avançada, não são capazes de um adequado exercício do ministério de Pedro”.