Passo a passo da oração do terço

A oração do terço, que nos foi pedida por Nossa Senhora na Cova da Iria, é uma prática antiga na Igreja e uma ferramenta poderosissíma. Se feita de forma devota e com fé, muito se pode alcançar através desta oração. Apesar de tradicional, muita gente tem dúvidas sobre a maneira correta de se rezar o terço. Por isso, preparamos um guia completo!

1. Comece fazendo o sinal da cruz: “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém”.

2. Faça o oferecimento do terço:

Divino Jesus, eu vos ofereço este terço (Rosário) que vou rezar, contemplando os mistérios de nossa Redenção. Concedei-me, pela intercessão de Maria, vossa Mãe Santíssima, a quem me dirijo, as graças necessárias para bem rezá-lo para ganhar as indulgências desta santa devoção.

3. Começando pela cruz, reze o Credo.

Creio em Deus Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo poderoso, donde há de vir julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne e na vida eterna. Amém.

4. Em seguida, reze um Pai Nosso (bolinha maior), três Ave-Marias (bolinhas menores) e um Glória.

Pai Nosso

Pai Nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossa ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

Ave Maria

Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus. Santa Maria Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Glória

Glória ao Pai, ao Filho e o Espírito Santo. Como era no princípio, agora é sempre. Amém.

5. Antes de cada dezena, contempla-se os mistérios do terço indicados para cada dia da semana.

Segundas-feiras e sábados – mistérios gozosos (ou da alegria)

1º mistério: Anunciação do anjo a Maria

2º mistério: Visitação de Maria a Santa Isabel

3º mistério: Nascimento do Menino Deus

4º mistério: Apresentação de Jesus no Templo

5º mistério: Perda e encontro de Jesus

Terças e sextas-feiras – mistérios dolorosos

1º mistério: Oração e agonia de Jesus no Getsémani

2º mistério: Flagelação de Cristo

3º mistério: A coroação de espinhos

4º mistério: A subida ao Calvário

5º mistério: A morte na cruz

Quartas-feiras e domingos – mistérios gloriosos:

1º mistério: Ressurreição do Senhor

2º mistério: A ascensão de Jesus

3º mistério: Pentecostes – A vinda do Espírito sobre Maria e os apóstolos

4º mistério: Maria assunta aos céus

5º mistério: Maria coroada Rainha dos anjos e dos santos

Quintas-feiras – mistérios luminosos

1º mistério: Batismo de Jesus no Jordão

2º mistério: Milagre de Jesus nas bodas de Caná

3º mistério: Anúncio do Reino de Deus com um convite à conversão

4º mistério: Transfiguração do Senhor

5º mistério: Instituição da Eucaristia

6. Depois de contemplar o mistério, recita-se um Pai Nosso, dez Ave-Marias, um Glória e a Jaculatória:

Oh! Meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o céu e socorrei principalmente as que mais precisarem. Amém.

7. Ao final das cinco dezenas, faz-se o agradecimento e reza-se a Salve Rainha.

Infinitas graças vos damos, Soberana Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossa mão liberais. Dignai-vos, agora e para sempre, tomar-nos debaixo do vosso poderoso amparo.

Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, salve! A vós bradamos, os degredados filhos de Eva; a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro nos mostrai a Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó Clemente, ó Piedosa, ó Doce, sempre virgem Maria. Rogai por nós Santa mãe de Deus, para que sejamos dignos da promessa de Cristo. Amém.