Dia Mundial do Enfermo

Celebrado em 11 de fevereiro – dia de Nossa Senhora de Lourdes – e instituído em 1992 pelo Papa São João Paulo II, o Dia Mundial do Enfermo tem como objetivo dedicar um olhar especial às pessoas doentes e chamar a atenção da comunidade internacional para a necessidade de melhores condições de tratamento.

A data é um convite para estarmos todos mais atentos à situação dos doentes, sejamos nós profissionais de saúde, parentes, voluntários, religiosos ou leigos e membros da sociedade civil. A saúde e a doença fazem parte da vida de todos nós, por isso, mesmo aqueles que por ora estão saudáveis, devem se sensibilizar em prol da busca por melhores condições de atendimento e tratamento dos enfermos.

É também uma oportunidade para darmos graças pela vocação de todos aqueles que dedicam suas vidas e talentos a auxiliar, cuidar e acompanhar os irmãos doentes. Devemos rezar pelos médicos, enfermeiros, técnicos, voluntários e todos os homens e mulheres comprometidos no serviço aos enfermos; pelas entidades religiosas e civis que trabalham nesta área e pelas famílias que cuidam amorosamente de seus doentes.

A palavra do papa

Anualmente, o pontífice divulga uma mensagem especial para a data. Este ano, o papa Francisco escolheu o tema «Recebestes de graça, dai de graça» (Mt 10, 8), reforçando a importância de colocar o dom a serviço: “o caminho mais credível de evangelização são gestos de dom gratuito como os do Bom Samaritano. O cuidado dos doentes precisa de profissionalismo e ternura, de gestos gratuitos, imediatos e simples, como uma carícia, pelos quais fazemos sentir ao outro que nos é «querido»”.

Na mensagem, o Santo Padre alerta para a necessidade de prezar pela ética e pelo cuidado frente aos avanços da medicina. “A vida é dom de Deus, pois – como adverte São Paulo – «que tens tu que não tenhas recebido?» (1 Cor 4, 7). E, precisamente porque é dom, a existência não pode ser considerada como mera possessão ou propriedade privada, sobretudo à vista das conquistas da medicina e da biotecnologia, que poderiam induzir o homem a ceder à tentação de manipular a «árvore da vida» (cf. Gn 3, 24)”, diz Francisco.

Dia do Enfermo na Capela das Aparições

A partir de março, teremos, aqui na Capela das Aparições, missas matinais em intenção aos enfermos. Serão celebradas no dia 13 de cada mês, com uma benção especial ao final da missa. Você que está doente ou conhece alguém que sofre com algum problema de saúde, venha juntar-se à nós em oração.

Roguemos à Virgem Maria, nossa Mãe, que, em Cristo, acolhe a cada um de nós como filho, para socorrer-nos nas nossas enfermidades e tribulações. E que Ela nos ajude a confiar no Pai que faz maravilhas.