Como os pastorinhos, ajudando a combater a fome

Muito se pode apreender do comportamento e das reações dos pastorinhos Jacinta, Francisco e Lúcia. Além de sua postura de oração e devoção, eles também eram dotados de uma generosidade genuína, muito além do que se esperava de crianças da idade deles. Faziam da partilha e da doação um sacrifício, mas também uma alegria.

Aos menos afortunados, os três doavam sua própria comida: “Combinámos, sempre que encontrássemos os tais pobrezinhos, dar-lhes a nossa merenda; e as pobres crianças, contentes com a nossa esmola, procuravam encontrar-nos e esperavam-nos pelo caminho. Logo que os víamos, a Jacinta corria e levar-lhes todo o nosso sustento desse dia, com tanta satisfação, como se não Ihe fizesse falta” (Memórias da Irmã Lúcia, pág 47).

Todos podemos ser como eles. Assim como os pastorinhos ofereciam seu alimento aos pobres, nós, da Tarde com Maria, fazemos diariamente com os pães e as quentinhas, preparados na cozinha e na padaria do Santuário de Nossa Senhora de Fátima. Graças à ajuda de centenas de fiéis e do trabalho de diversos voluntários, conseguimos, com nossa ação social, amenizar a fome de milhares de pessoas. São cerca de 500 refeições e 14 mil pães distribuídos a cada dia.

Já pensou em se juntar a essa corrente do bem? Com valores a partir de R$ 30 por mês, você pode ajudar a Tarde com Maria em suas obras de evangelização e de caridade. Para ser um doador, clique aqui.