Celebramos, hoje, São Tomás de Aquino

A Igreja Católica recorda hoje, dia 28, São Tomás de Aquino, filósofo, teólogo e doutor da Igreja. O santo padroeiro da educação, das universidades e escolas católicas e autor da famosa “Suma Teológica” nasceu em uma localidade próxima de Aquino, em Nápoles, por volta de 1225.

Era parte de uma família aristocrática, que lhe proporcionou uma ótima formação. Sua educação foi confiada aos monges beneditinos. Com apenas cinco anos, ingressou no Mosteiro de Montecassino, dando início a uma jornada de estudos que não pararia nunca mais. Dedicou-se à gramática, à dialética, à retórica e à filosofia. Destacou-se nos estudos devido à sua perspicácia e rapidez de raciocínio. Mas, desde criança, eram os Mistérios de Deus que o fascinavam e que ele buscava responder para si e para os demais. 

Apesar da dedicação dos beneditinos, era a Ordem dos Dominicanos, voltada aos pobres, que atraía seu coração. Ele chegou a ingressar em um mosteiro dominicano, mas foi encontrado pela mãe. Tomás tentou, então, fugir para Paris, mas foi capturado por seus irmãos e preso pela própria família na torre do castelo onde morava. Foram quase dois anos enclausurado, período em que o jovem aprofundou o estudo, a oração e a contemplação.

Percebendo que os esforços não surtiam efeito, os parentes de Tomás acabaram libertando-o e o rapaz seguiu para França e Alemanha a fim de complementar sua formação intelectual. Neste período, foi discípulo de Santo Alberto Magno, com quem desenvolveu seu talento para a teologia e para a filosofia.

Foi autor de uma vasta obra, quase 60 volumes, das quais a mais famosa é a Suma Teológica. Sua sabedoria nas coisas do Céu o levou a ser conhecido como Doutor Angélico. Tornou-se conselheiro dos Papas Urbano IV, Clemente IV e Gregório X e lecionou em grandes universidades, como de Paris, Roma, Bologna e Nápoles.

Em 1274, São Tomás seguia para a França, para participar do Concílio Ecumênico convocado pelo Papa Gregório X. Mas adoeceu gravemente no caminho e acabou falecendo, aos 49 anos de idade. Foi canonizado por João XXII, em 18 julho de 1323 e, em 1567, foi declarado Doutor da Igreja por São Pio V.

São Tomás de Aquino, rogai por nós!