L O A D I N G

Berthaldo Soares: uma história de devoção

Celebramos hoje a vida do fundador da Associação Arquidiocesana Tarde com Maria. Há 54 anos, nascia um menino chamado Berthaldo, que, em sua juventude, foi agraciado com um milagre, dando início a uma história de fé e dedicação a Nossa Senhora.

Em sua adolescência, Berthaldo sofria de uma doença grave, que o manteve de cama por quase dois anos. Foi acompanhado por diversos médicos, sem que nenhum deles conseguisse fechar um diagnóstico específico. A cura não veio da medicina, mas da oração do terço, que sua mãe fazia fervorosamente pedindo a recuperação do filho. 

Para agradecer, em 1987, Berthaldo reuniu amigos e parentes na Praça Serzedelo Corrêa, em Copacabana, em frente à paróquia que costumava frequentar, Nossa Senhora de Copacabana. A fé levou aquelas pessoas a se reunirem novamente nos anos seguintes. A cada ano, crescia o grupo que se encontrava para venerar Nossa Senhora. 

Ao longo de mais de 30 anos, a Tarde com Maria, como passou a ser chamado o encontro, chegou a ser realizada na Praia de Copacabana, tamanho o público reunido. Também deu origem a procissões que chegaram a percorrer, a cada edição, 250 km, número recorde para procissões urbanas no mundo. Em 1994, o evento foi levado para a Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro e tornou-se um evento oficial da Arquidiocese do Rio. 

Em 2006, quando a Tarde com Maria completou 20 anos, durante uma peregrinação ao santuário português de Nossa Senhora de Fátima, Berthaldo teve a inspiração de construir, no Rio de Janeiro, uma réplica da Capela das Aparições. 

Com garra e muita fé, ele percorreu gabinetes de autoridades eclesiásticas brasileiras e portuguesas e de governantes para construir a única réplica do mundo que é idêntica à original lusa. Graças ao seu empenho e às doações de centenas de pessoas físicas e empresas, foi inaugurada no dia 28 de maio de 2011, a Capela das Aparições do Brasil. 

0 Comments