A Oração de Proteção à Virgem Maria mais antiga da Igreja

Sempre ao final da transmissão ao vivo, pelo Facebook, da Oração do Ofício da Imaculada Conceição, os fundadores da Tarde com Maria, Berthaldo Soares e Kenya Camerotte recitam uma oração de proteção à Virgem Santíssima. Esta oração mariana é considera a mais antiga.

Na Biblioteca John Rylands, da Universidade de Manchester, localizada no noroeste da Inglaterra, existe uma cópia autenticada de um fragmento de papiro. E o original foi encontrado no ano de 1927, no Egito, que remonta ao Século III, no qual está descrita uma oração que os antropólogos britânicos da Universidade dizem ser um papiro escrito em grego.

E ao traduzir, reconhece como uma oração bem parecida com a que rezamos todos nos dias, na Capelinha das Aparições.

“Debaixo de tua misericórdia nós nos refugiamos ó Mãe de Deus, nossas preces não desprezes nas nossas necessidades, mas dos perigos livra-nos. Única pura, Única abençoada.”

A Oração é conhecida com o nome de “Sub tuum praesidium” (À vossa proteção). E o texto dedicado à Virgem Santa é o mais antigo já encontrado. E esta oração que suplica proteção a Nossa Senhora é, possivelmente, a primeira dedicada à Maria. A oração traz uma grande importância histórica e teológica porque faz-se referência às perseguições sofridas pelos cristãos no Oriente Médio: “livrai-nos do perigo”.

Veja a cópia do papiro no site da Universidade de Manchester

A Oração também tem viés teológico, pois ela recorre à Maria como “Mãe de Deus” (Tehotókos), um dogma que já havia sido proclamado no século anterior, no Concílio em Éfeso.

Nossa Senhora é denominada nos Evangelhos “a Mãe de Jesus” (c.f João 2,1;19,25[a72]), e aclamada, sob o impulso do Espírito, desde antes do nascimento de seu Filho, como “a Mãe de meu Senhor” (Lc 1,43). Para tanto, a Igreja confessa que Maria é verdadeiramente a Mãe de Deus (c.f AQUINO, 2014, apud CIC 495 e Bíblia).

Em seu documento Suma Teológica, São Tomás de Aquino afirma que, pelo fato de ser mãe de Deus, “A Bem Aventurada Virgem Maria está revestida de uma dignidade quase infinita, a causa do bem infinito que é o mesmo Deus. Portanto, não se pode conceber nada mais elevado que Ela, como nada pode haver mais excelso que Deus”( c.f  Gaudium, apud Suma Teológica 1, q.25, a.6 ad 4.).

2018-03-29T22:36:33+00:00 Março 24th, 2018|Artigos|1 Comentário

Um Comentário

  1. Kiko Poggi Março 31, 2018 em 10:29 pm

    Lindo texto

Os comentários estão encerrados.

Fale conosco

contato@tardecommaria.com.br

Telefone: +55 21 3114 0000